31 julho 2010

You've left me speechless

Questão de força?


Talvez seja até melhor não chorar,
são poucas as pessoas que vão te
"ajudar" a enxuga-las.
Mas são muitas que vão te
ensinar a ser forte.
.eu

Diary of a wimpy kid

Quem já leu os livros concerteza mal pode espera rpra ver, né?
Já ri muito com o trailler. Adorei.
Lembrando!! não é um diário, são memórias. .-.


Diário de um banana em português.
veja o trailler oficial aqui.

30 julho 2010

Is she a luck star?

No, she isn't.

Quanto ao futuro


"As coisas estavam de algum modo tão boas que podiam se tornar muito ruins porque o que amadurece plenamente pode apodrecer."
Clarice L.

Ismália

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava longe do céu...
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar. . .
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma, subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...

Alphonsus de Guimarães.

25 julho 2010

Usei a mente.


eu: mas vc gostu mesmo do texto?

@Littlejeessi Ŧ: siiiiiiiimmmm O'

eu: aain brigada
fiz ontem
veio tão de repnte
e eu gosto qdo é assim, o coração inventa e a mente produz.

@Littlejeessi Ŧ: oooooooooooowwwwwwwwwwnnnnnnnnnnn
fiquei tããããooo feliz

Também fiquei muito feliz (:

A cor-de-amarelo


-Oi linda.
-Oi [sorriso] Você passa tanto tempo sem me ver. Por quê?

Fiquei com medo do que eu poderia responder, pois meu medo de machucar aquela flor tão linda era gigante.

-Seu eu ficar sempre junta de você, nunca vai haver uma noidade ou alegria boa que a gente sente quando mata a saudade.

Aquela florzinha cor-de-amarelo se abriu como se fosse nova. Eu estava feliz de ter presenciado aquilo. vê-la feliz.

-Nossa! Você está de outra cor! Está bonita.
-E olhe pra você...
[Rimos]
-Você está tão bonita assim. - Eu disse com tanta verdade na voz que possa ter parecido mentira.
-Eu estou mais feliz de saber que você me ama. Sou a flor mais feliz daqui.

Ela estava de uma cor nova. Uma cor tão linda, que combinava com seus sentimentos e a sinceridade de seus risinhos que eram frequentes agora. Mergulhamos em nossas alegrias sem medo e talvez isso nos fez mudar por fora, e por dentro.
De azul nós pareciamos únicas. E somos.

-Promete não me deixa só? - Perguntei com um medo e vergonha na voz.
-Não! Prometo que não vou deixar de te amar nunca.

.Eu

24 julho 2010


Todas as cartas que já te escrevi são poucas pra poder medir o quanto eu amo você e como é dificil passar tanto tempo sem ouvir tua risada sincera e intensa.
Mais que tudo, eu amo você.

Sentimentos descobertos: Saudade.


Quando o vi não imaginava que poderia aproximar tanto. Afinal, era mais um rosto bonito do qual eu me aproximaria e me afastaria fácil. Como sempre.
-Tá tudo bem? - Ele preguntava sempre.
-Não estava até você chegar. Engraçado, você me faz rir.
-Isso é bom! - Ele deu um sorriso tímido.
-Olha, eu tenho que ir embora...
-Mas por quê? Eu estou gostando tanto de rir com você.
-É que se eu continuar aqui, vou te deixar e te fazer sofrer. Eu tenho uma mania feia de magoar os amigos.
Fui sem me despedir. Passado um tempo, senti uma falta de alguma coisa e fui atrás dele de novo. Ele estava distraído com outras coisas, nem percebeu que eu estava alí. Eu estava bem e ele também. Então...

Por motivos que eu não consiga entender, voltei. Ele permanecia sorrindo e uma dor fina me veio, pois podia me decepcionar.
-Nossa, mas você ficou muito tempo fora. Imaginei que não demoraria tanto.
Fiquei calada
-Bom, não vai me dizer nada?
-Você sabia que, existe uma dor, diferente de todas qe já senti, da qual nós só sentimos se fizer o que eu fiz.
-Quer dizer me abandonar? Eu sei o que é. Não senti essa dor tão forte assim, para de fazer cena.
-Eu senti! A saudade é uma dor tão forte e não passou até eu encontrar você.
-Por que 'tá' me dizendo isso?
-Eu não quero sentir nunca mais.
Ele sorriu, me abraçou e eu me senti VIVA.
-Não me deixa sentir essa dor de novo? Deixa eu andar com você e descobrir teus segredos. Você é tão forte, eu tenho que aprender a ser assim.
Ele abaixou na altura dos meus ouvidos e disse com uma voz forte:
-Você é uma pessoa muito forte. E eu não vou deixar você sentir essa dor nunca mais.
Fechei os olhos e senti meus pés sairem do chão. Não queria que aquilo acabasse abracei mais forte. Como fugitivas, as palavras sairam do meu orgão mais inintiligivel...
-Eu amo tanto você, sabia?
-É, agora eu sei. E quero saber sempre.
.eu

23 julho 2010

Eu te amo não é bom dia

...Infinito Particular}



"Só
não se perca
ao entrar no meu infinito particular."

Marisa monte

Slow & easy



Rua das ilusões.

22 julho 2010

#partiu.



Após fechar o livro e perceber que a dor passara, ela sorriu. O sorriso foi simples, como tudo deve ser.
E percebeu então que não estava pronta: para a vida. Apesar de estar viva, não possuía sua própria vida, pois não conhecia a pessoa que estava dentro dela. Ela sabia, agora, que dar-se para receber sua vida. Não sabia pra quem ou pra quê, mas estava feliz de ter descoberto isso e queria saborear esse momento.
Estava pronta. Não pra ser possuidora da sua vida, mas pra ter um encontro fantástico com o EU que estava escondido nela. E foi...

Me.

O labirinto do fauno

Um dos filmes mais lindos e emocionatntes que já vi.

Era uma vez, e não é mais.


Era uma vez a tarde quente (precedida da noite fria e não dormida) em que ela sentiu-se só, vazia. A música era apenas um barulho estranho. Bastava se lembrar das vezes em que deu um sorriso verdadeiro e espontâneo, para sentir mais dor, pois imaginara que não o teria de novo.

Foi quando olhou para o céu azul e limpo de 3 da tarde, que se perdeu naquela imensidão pura. Se perdeu na grandeza que era a vida, ou melhor, a sua vida. E de súbito a dor passara, pois sentiu que estava SENDO.







18 julho 2010

well you need a blue sky holiday.























Não sou eu. é essa garota.

O mesentrel


Melhores trechos #1

"Aprende que não importa onde já chegou, mas pra onde está indo... mas, se você não sabe pra onde está indo, qualquer caminho serve."

William Shakespere

A melhor forma


"As ideias estão no chão.

Você tropeça e acha a solução."

Branco mello

Quelqu'n m'a dit

Euri.

Faz assim: Vai no google tradutor e põe de português pra africâner e digita LIXO (com caps lock). kkkkkkkkkk

Charles Chaplin



Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão.
Porque a vida pertence a quem se atreve.
& a vida é muito pra ser insignificante.

[Anna Sharp]


"é o que você acredita e não o que você deseja.

o desejo deve contaminar a crença."

Morangos


Já estava difícil passar as horas com ele. Embora a amizade continuasse crescendo, outro sentimento mais forte vinha a tona. Isso abalava minhas estruturas.
- Tudo bem? - Perguntei como quem não quer nada.
- Tudo sim. Por que você sumiu?
- Eu precisava pensar... Que foi? Sentiu minha falta, foi?
[Risos]
- É! eu senti muito sua falta.
Aquelas palavras entraram na minha mente com gosto de morango novo.
- Mas, o que você ficou fazendo durante esse tempo todo?
- Tentei provar novos sabores... não foi uma experiência bom.
- Por que?
- Eu me afastei pra tentar esquecer de uma coisa. Tem uma pessoa que me tira do chão. quando vejo essa pessoa, meu corpo fica quente mas eu suo frio; minhas pernas perdem a força e eu perco o total movimento delas. Meu corpo todo treme. Não havia nada melhor a fazer se não me afastar dele.
Ele olhou minha mão trêmula que alisava meu cabelo curto. Ele ficou pálido. Eu sabia que não devia ter dito nada, ia levar um fora facinho facinho. Fui me apaixonar logo por ele, que prefere preservar a amizade.
- Ei, você gosta de mim?
Que tipo de pergunta é essa? Eu acabeid e me declarar e ele me pergunta isso?
[Silêncio]
Ele sorriu de canto de boca.
Pôs a mão na minha que continuava tremendo.
Se aproximou do meu rosto, eu fechei os olhos com medo doq ue fosse acontecer.
Encostou os lábios na minha bochecha. Tive que colocar os dois braços no ombro dele, pra me apoiar, ou eu ia cair (minhas pernas resolveram sumir).
Olhou nos meus olhos e me beijou.
Eu me senti uma intrusa acolhinda pelos braços dele. Como uma flor sensível e pequena em meio ao sabor doce e marcante de um campo cheio de morangos. Eu me senti protegida e calma por saber que alí era meu lugar.
Foi o momento mais eterno e intenso.

.me

17 julho 2010

Feito mistério.


"Então,
Senti que o resumo
É de cada um.
Que todo rumo
Deságua
Em lugar comum."

Chico Buarque

O desejado beijo...
...na chuva

Eu quero, eu posso, eu consigo!


Mas pera lá. Que cobrança é essa? E desde quando pensamento positivo virou solução pra tudo?

Se você estiver escutando aquela música...


Me deixei cair na triste tentação de ouvir aquela música. A nossa música.
É impossivel ouvi-la sem lembrar daquele tempo. O nosso tempo.
Em que o sol parecia ser mais claro; o vento tinha cheiro de flor; os problemas eram facilmente solúveis; a vida tinha sabor de cranberry.
Ainda é ruim ter sonhos com você, porque eu sei que uma hora vou acordar.
Eu espero que você também esteja escutando essa música. Eu ainda não aprendi a sofrer sozinho.

Ser diferente é normal


Água viva.

Que música belíssima ouço no profundo de mim. É feita de traços geométricos se entrecruzando no ar. É música de câmara. Música de câmara é sem melodia. É modo de expressar o silêncio.
Clarice Lispector

16 julho 2010

Heavan & hell


O auto da barca do inferno.
Quem lê fica meio pensativo (ounão), "vou pro céu ou inferno?"








Bia te ensina como [não]ser popular.


Bia é um exemplo de sucesso na internet.
Ela manda vários depoimentos no orkut dos outros e recebe o dobro. Dá replies em todos no seu twitter e todos a respondem. Faz comentário nas fotos dos outros do tipo: "Nossa!! como você arrasou nessa foto.", em troca, recebe comentários em suas fotos em que está fazendo biquinho de Vanessa hudgens. Pelo visto todos a amam.
Ela só não consegue entender porquê está só.

15 julho 2010

...Infinito Particular}

"Em alguns instantes sou pequenina e também gigante."
Marisa Monte

Silêncio.



Para algumas pessoas, o silêncio é tediante, só e sem vida.
Mas qual outra forma de escutar as mais belas(perigosas) decisões do coração; ouvir os pensamentos mais secretos e intensos se não fazendo SILÊNCIO?
O silêncio, é além de tudo, mágico. Pois ele torna as ações inesquecíveis.

14 julho 2010

Terezinha

O primeiro me chegou como quem vem do florista.Trouxe um bicho de pelúcia, trouxe um broche de ametista. Me contou suas viagens e as vantagens que ele tinha. Me mostrou o seu relógio, me chamava de rainha. Me encontrou tão desarmada, que tocou meu coração, mas não me negava nada. E, assustada, eu disse não.

O segundo me chegou Como quem chega do bar. Trouxe um litro de aguardente tão amarga de tragar.
Indagou o meu passado, e cheirou minha comida, Vasculhou minha gaveta; Me chamava de perdida.Me encontrou tão desarmada, que arranhou meu coração. Mas não me entregava nada, e assustada, eu disse não

O terceiro me chegou
Como quem chega do nada
Ele não me trouxe nada
Também nada perguntou
Mal sei como ele se chama
Mas entendo o que ele quer
Se deitou na minha cama
E me chama de mulher
Foi chegando sorrateiro
E antes que eu dissesse não
Se instalou feito um posseiro
Dentro do meu coração

Sozinho

Sentimentos descobertos: Amor.


Os corpos entrelaçados era a forma mais fácil de manter o calor quando o frio predominava alí. Pela enorme janela de vidro, era possível ver o manto infinito de neve. Os corpos nus, era uma loucura permitida, já que agora, a lógica não fazia mais sentido pra eles.
Ela se sentou e pôs um dos pés no chão. Se assustou com o frio, que agora corria da ponta do seu pé e ia para todo o corpo.
- Volta aqui. Não consigo ficar nesse frio sem você.
Ela volta, se abraça a ele, e fica a pensar. Mesmo não entendendo muito bem o que estava pensando.
- 'Tá' pensando em quê?
- Eu não sei direito. - Ela disse com um tom de dúvida na voz.
- Ah! Eu sei...
- Sabe o quê?
- O que você 'tá' pensando. A mesma coisa que eu.
- É tão incrível, né? - agora, não era mais tom de dúvida na voz dela, e sim de descoberta - Tudo lá fora está congelado, parado, calado e morto. Mesmo não tendo fogo aqui, estamos despidos e quentes.
- Claro que há fogo. Não podemos ver, mas sentimos seu calor no nosso corpo. Porque vem de dentro, de dentro de nós.
- O amor, você quer dizer?! Eu consigo senti-lo, e ele é forte.
- "É o fogo que arde sem se ver." - ele disse com um sorriso nos lábios.
Um mar de silêncio invadiu aquela cabana. Eles pararam pra pensar em algo que parecia não se encaixar a lógica, mas existia. Ela encostou o ouvido em seu peito e as batidas do coração dele viraram música. Abandoná-lo era a última coisa em que ela queria pensar.
O calor, o silêncio e o arder da chama denominada "amor" fizeram com que eles mergulhassem em suas descobertas. Dessa vez, sem pensar, ele sabia exatamente o que dizer:
- Eu amo você.

...

Assim caminha a humanidade: Todos brigando pra saber quem é o dono da verdade.

13 julho 2010

Fica aqui.

-Me conta uma história?
-De que tipo? escolhe.
-Uma que me faça pensar. até eu dormir.
- Era uma vez uma coruja muito curiosa. Ela resolveu que ia na casa de uma tia para ouvir as histórias que ela contava, eram todas ótimas de se ouvir. Ela foi indo, foi indo, até que ela se cansou e resolveu parar no galho de uma árvore para descansar.
-Pra onde você vai? - perguntou a árvore, que era muito solitária e queria muito que alguem ficasse ao lado dela.
-Eu vou pra casa da minha tia, sabe, ela conta ótimas histŕoias e eu não quero mais esperar pra chegar lá.
-Por que não fica aqui? Eu preciso de companhia.
-Desculpa, mas é que as histórias que ela conta são muito boas. Eu vou partir logo.
-Então eu te conto uma história. Você fica?
-Talvez. Começa a contar, se eu gostar eu fico.


-Vou começar. - Era uma vez uma coruja muito curiosa. Ela resolveu que ia na casa de uma tia para ouvir as histórias que ela contava, eram todas ótimas de se ouvir. Ela foi indo, foi indo, até que ela se cansou e resolveu parar no galho de uma árvore para descansar.
-Pra onde você vai? - perguntou a árvore, que era muito solitária e queria muito que alguem ficasse ao lado dela.
-Eu vou pra casa da minha tia, sabe, ela conta ótimas histŕoias e eu não quero mais esperar pra chegar lá.
-Por que não fica aqui? Eu preciso de companhia.
-Desculpa, mas é que as histórias que ela conta são muito boas. Eu vou partir logo.
-Então eu te conto uma história. Você fica?
-Talvez. Começa a contar, se eu gostar eu fico. - Disse a coruja cheia de curiosidade.



-E agora? já acabou? O que vai acontecer com a coruja agora? - Perguntou a coruja, sem entender porquê a árvore havia parado de contar a história.
-Bom, isso a gente vai saber daqui pra frente. a história ainda não acabou.
-E quando acaba?
-Você vai ter que esperar um pouquinho pra ouvir o resto. Então, vai ficar aqui pra ouvir o fim da história?
-Vou. Essa história parece ser incrível.
E a coruja passou o resto dos dias ouvindo a continuação da sua própria história. E a cada palavra ela ficava encantada, era tudo fascinante pra ela.


-É, eu gosatei dessa história. Lembra a mim mesma.
-É? como?
-Todos os dias eu vou vivendo, esperando o fim da história fascinate que é minha vida.
-É uma boa interpretação. A mais aceitável de todas que eu já ouvi.

Cigarras.

Eu penso, e eu não estou só.
Reflito e calo.
Sorrio, e eu não estou só.
Eu choro, e eu não estou só.
Viajo, e eu não estou só.
Eu erro e aprendo.
A água, o fogo, o ar e o pó.
Sou tudo, logo não estou só.
Nem dinheiro nem prazeres vão trazer o que você tá procurando
.

Public display of afection.



A emergencia do amor não me deixa esperar
Apenas siga,eu vou te guiar.
Se continuarmos com isso por aí
Seremos o assunto da cidade.
Eu direi ao mundo que estou apaixonado
Vamos abrir os olhos dos cegos, porque...
Eu não me importo com prioridades.
Vamos quebrar as regras,ignore a sociedade.
[Jonh Legend]

Medonhos.


Dias sim, dias não... eu vou vivendo a vida cheia de arranhões. Cheia de sonhos, procurando o caminho que vai me fazer feliz, porém, o medo me faz querer regressas as vezes.
Os acertos estão entre todos os medos e sonhos.
Os acertos e os medonhos. (: